1972 - 50x70cm 1972 - 50x70cm 1972 - 50x70cm 1972 - 50x50cm 1972 - 50x50cm


1972 - 50x70cm 1991 - 50x50cm 1991 - 50x50cm 1991 - 50x50cm 1991 - 50x50cm


1991 - 50x50cm 1991 - 50x50cm 1991 - 50x50cm 1991 - 50x50cm 1975 - 50x70cm

"...São, praticamente, a representação estática de configurações ocorrências das experiências cinéticas (como as imagens caleidoscópicas), paradas num determinado espaço (0 quadro) para induzir-nos à percepção do RITMO-HARMONIA através do DEMORAR..."
Clarival do Prado Valadares, RJ 1972

'... as superfícies transcromáticas propostas por Scorzelli mesclam-se criando a matéria da pintura, animando-se com luz intermitente perceptivamente provocantes e fluentes... A simplicidade rítmica da composição é compensada por uma extrema complexidade cromática que se manifesta através da superposição de meios transparentes em graus de saturação decrescente..."".
Carlo Belloli, Milão 1991

"...um percurso elementar de luz negra em contraponto a marmorizados se concentra em uma pequena superfície violeta que navega no firmamento em austera presença... a intenção expressiva, como vinculo da cor ativado pela transparência, resulta constante de uma ação perceptiva virtualmente dinâmica e sutilmente vibratória...Cor sobre cor em transparência, superfícies sobre superfícies em compenetrações luminescentes, espaço no espaço unitário e interdisciplinante..."
Carlo Belloli, Milão 2000






1978 - 50x70cm 1978 - 50x70cm 1978 - 20x30cm 1978 -100x100cm 1983 - 100x1400cm

"...Uma visão retrospectiva por sua obra revela ser esse momento, fruto de rebeldia e certo prazer antirrepressivo, o mais rico e profundo (vale dizer, misterioso) de sua produção. A geometria de Roberto Scorzelli, hoje construída com tinta a óleo, espátula e pincel, vê-se invadida por ondas de uma programada poluição, que ao mesmo tempo em que mergulham o racionalismo em nuvens de uma luz enclausurada, por outra movem a geometria a se sobrepor e entrecruzar, dinamizando o espaço e sensibilizando a estruturaEm sua geometria está evidente o peso do gesto, a onda de informalismo fecundando a cosmogonia. Nosso espírito habita com facilidade aqueles espaços, na medida que constrói libertando, sendo a liberdade a saída mais concreta para a adoção de uma pátria mental. A estes projetos Scorzelli adere um cromatismo dramático, geralmente de luz baixa, de minerais candentes, de luz passional que corta como lâmina a superfície em transformação. Toda a riqueza deste mapa está vivo no trabalho maduro e consciente de Roberto Scorzelli..."
Walmnir Ayala, 1978




1999 - D60 1999 - D60 1999 - D60 1999 - D60 1999 - D60


2002 - 100x100cm 2007 - 100x100cm 2004 - 100x100cm 2004 - 140x100cm

 




2005 - D30x30cm 2005 - 30x30cm 2005 - 30x30cm 2005 - 30x30cm 2005 - 30x30cm


2005 - 30x30cm 2005 - 30x30cm 2005 - 30x30cm 2005 - 30x30cm 2005 - 30x30cm